You are currently viewing Servidores da Secretaria de Meio Ambiente e Secretaria Desenvolvimento Parcerias e Inovação se reúnem com proprietários de lava-jatos do município

Servidores da Secretaria de Meio Ambiente e Secretaria Desenvolvimento Parcerias e Inovação se reúnem com proprietários de lava-jatos do município

Servidores da Secretaria de Meio Ambiente e Secretaria Desenvolvimento Parcerias e Inovação se reúnem com proprietários de lava-jatos do município

Um lava-jato consome, por dia, em média mil litros de água e utiliza produtos químicos que agridem o meio ambiente. Em alguns casos, os produtos químicos usados na limpeza dos automóveis escorrem pelo asfalto e ganham as redes de água pluviais, que caem nos leitos d’água da cidade.

Infelizmente, alguns desses estabelecimentos não possuem caixas que armazenam os resíduos provenientes da lavagem. Estes resíduos deveriam ser alocados em tambores específicos e posteriormente, serem transportados por empresas especializadas na destinação final correta, pois o descarte feito de forma inadequada provoca a degradação do meio ambiente e a contaminação dos mananciais de água e do solo.

Por conta disso, a SEMMA se reuniram com os proprietários de lava-jatos da cidade justamente para apresentar alguns cuidados que esses empresários devem tomar para ajudar na preservação do meio ambiente e prevenir autuações futuras em seus empreendimentos.

Considerando que a atividade desenvolvida não se enquadra na Deliberação Normativa COPAM nº 213, de 22 de fevereiro de 2017, que estabelece as tipologias de empreendimentos e atividades cujo licenciamento ambiental será atribuição dos municípios, a atividade é dispensada de licenciamento, porém não fica isenta de tomar as medidas que contribuam para conservação ambiental.

A equipe da SEMMA ainda pediu para o vereador Jhonathan Martins Siqueira, que é proprietário de um lava-jato e participou da reunião, que a Câmara crie projetos de lei que ajudem na regularização do descarte desse tipo de resíduo em nosso município.